Ouça agora na Rádio

Dr. Humberto Ferreira explica como a fosfoetanolamina é aliada em diversos tratamentos

Assessoria

Postado em 20/07/2021 por

Compartilhe agora

Especialista recomenda a suplementação com a substância sintética para que a defesa do organismo humano possa reagir bem diante de alguma célula doente

Sabe quando você está passando por uma estrada em obras e precisa de ajuda para saber qual o caminho certo a seguir nessa circunstância diferente? Geralmente nesses casos entra em ação um trabalhador que chama a atenção do motorista para sinalizar a direção correta. Pense nesse exemplo para entender como funciona a ação da fosfoetanolamina no organismo de um ser humano.

É assim, como uma sinalizadora, que o médico Humberto Ferreira enxerga essa substância. Formado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás, especialista em clínica médica, pós-graduado em emagrecimento e obesidade, especialista também em cirurgia plástica estética e com formações nas áreas ortomolecular, equilíbrio hormonal e nutrologia, o profissional define a fosfoetanolamina como uma arma capaz de identificar a célula maligna e indicar para o sistema imunológico onde ele deve agir.

Em sua rotina atuando com a medicina integrativa, dr. Humberto utiliza a “fosfo” para dar suporte a pacientes que estão em tratamento contra o câncer ou ainda outras doenças. “A intenção é melhorar a qualidade de vida dessa pessoa, dando a ela a condição de reagir bem ao tratamento, porque o que mata, na maioria das vezes, não é o câncer em si, mas a debilitação do indivíduo diante do tratamento. Fora a debilitação psicológica do paciente. Eu utilizo a ‘fosfo’ como suplemento nos tratamentos ortomoleculares e como uma espécie de guia para que todo medicamento administrado e todos os nutrientes sejam eficientes e eficazes”, detalha o médico, acrescentando que essa ação acontece não só na célula cancerígena. “Ela pode sinalizar muito bem uma célula com deficiência respiratória, com baixa energia, intoxicada, contaminada por vírus, por fungo… A função dela vai ser contribuir para que o próprio organismo, o sistema imunológico, seja mais eficiente”.

Por que suplementar se nosso organismo já produz fosfoetanolamina?

A fosfoetanolamina é naturalmente produzida pelo corpo. É um composto orgânico produzido no retículo endoplasmático de células humanas e animais. “Mas em determinados momentos essa produção pode ser baixa para tamanha demanda. É aí que a suplementação com a Fosfo 500, produzida pelo laboratório Allways Medical, pode ajudar a chegar em casos de sucesso”, explica o médico.

Ao longo dos anos, a produção dessa substância sintética vem sendo aperfeiçoada. No caso da Fosfo 500, foram mais de três anos de estudos para que o produto chegasse a 90% de pureza. E quanto mais pura, melhor a ação!

Você pode adquirir a Fosfo 500 através do site: www.fosfo500.com e nas melhores farmácias, shoppings e lojas do Paraguai!

Assessoria

Deixe um comentário

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.