Ouça agora na Rádio

Bastidores, premiação e transmissão: tudo sobre Cascavel e Tocantinópolis pela Copa do Brasil

Daniel Malucelli/Cascavel

Postado em 16/03/2022 por

Compartilhe agora

O vencedor do duelo leva a premiação da CBF de R$ 1,9 milhão

O Cascavel encara o Tocantinópolis, nesta quarta-feira (16), às 20h30, no Estádio Ribeirão, no Tocantins, em um dos jogos mais importantes de sua história. O jogo é pela segunda fase da Copa do Brasil e quem vencer avança para a terceira fase. Em caso de empate, a disputa vai para os pênaltis.  

A partida terá transmissão exclusiva da TV Serpente, através das redes sociais do clube (Youtube, Facebook e Instagram) a partir das 20h. O vencedor do duelo leva a premiação da CBF de R$ 1,9 milhão. 

Tocantinópolis é uma cidade de 23 mil habitantes que fica às margens do Rio Tocantins, que faz divisa com Porto Franco, no Maranhão, onde a delegação do Cascavel ficou hospedada. 

Acanhado, mas com boa estrutura, o Estádio Ribeirão tem capacidade para 8 mil pessoas e a expectativa é de grande público. O Tocantinópolis eliminou o Náutico na primeira fase e está classificado para a semifinal do Campeonato Tocantinense após liderar a primeira fase. 

Após o treino de reconhecimento do gramado, Tcheco elogiou a recepção do adversário. “Queria agradecer aos dirigentes do adversário que cederam o campo para fazermos o reconhecimento. É uma atmosfera quente, uma grama de jardim e conseguimos ter uma boa noção. Nosso adversário é uma equipe muito forte, faz um excelente estadual e também tirou um adversário da Série B. Não vai ser fácil, mas é algo que é possível dentro da nossa realidade”, garante o técnico Tcheco.  

O zagueiro e capitão Willian também fez elogios ao estádio: “O campo é muito bom e não será um problema. As instalações também. Nós fomos bem recebidos também. Agora, da nossa parte, nosso foco é o melhor possível para fazer um grande jogo”. 

O Cascavel viajou 3.500 quilômetros e teve que se adaptar à realidade local. Após ir de ônibus até Curitiba, a delegação pegou um voo para Marabá, no Maranhão, onde encarou uma nova viagem de ônibus para então chegar ao local de hospedagem, em Porto Franco.

Para sentir o clima da cidade, na volta do treino de terça-feira, Tcheco e membros da comissão caminharam pela cidade e voltaram a pé para Porto Franco, que fica a cerca de 7 quilômetros de distância, além da travessia de balsa. Na ida, Tcheco parou para tirar fotos e conversar com moradores e torcedores do Tocantinópolis.  

“É um momento histórico para nosso clube. No ano passado, na primeira participação do Cascavel na Copa do Brasil, chegamos até a segunda fase. E, agora, temos essa nova oportunidade de fazer história. A ambição de todo mundo é muito grande”, finaliza Tcheco.

Assessoria

Deixe um comentário

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.